HIDRATAÇÃO CASEIRA COM BEPANTOL LÍQUIDO PODEROSA !

HIDRATAÇÃO CASEIRA COM BEPANTOL LÍQUIDO


HIDRATAÇÃO CASEIRA COM BEPANTOL LÍQUIDO . A receita de hoje é a hidratação caseira com Bepantol líquido, tem pessoas que dizem que essa receita fez um verdadeiro milagre nos cabelos delas!


O Bepantol Líquido é rico em Dexpantol (que é pro vitamina B5)! O dexpantenol é usado em várias marcas de produtos cosméticos, pois faz muito bem para os cabelos!



Shampoo Seco Caseiro - Como Fazer ?

Como fazer Shampoo Seco Caseiro

Shampoo Seco Caseiro - Como Fazer ? Olá pessoal, a receita de hoje é de Shampoo Seco Caseiro, você vai amar esta dica, tenho certeza.

O Shampoo Seco Caseiro é indicado para situações e emergência, principalmente para quem tem cabelos oleosos , e as vezes precisa lavar os cabelos e no momento não tem acesso a água!


Seja por estar em um acampamento, ou em local que não possa lavar os cabelos tradicionalmente, ou mesmo quando aparece aquela festa de última hora e você não tem todo o tempo necessário para se arrumar, esta dica do Shampoo Seco Caseiro , pode ajudar você!

Uma mensagem para refletir : É possível, conviver com um lobo ?

A reflexão de hoje, é uma mensagem do pastor Alejandro Bullón , espero que vocês gostem e reflitam bastante!

Vou deixar vocês com essas palavras incríveis que com certeza, trarão sabedoria e os ajudarão a resistir as tentações e  a fortalecer a vossa fé:





É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO?

Pr. Alejandro Bullón
"No capítulo 7 da epístola aos Romanos, encontramos o grito desesperado de um homem que não conseguia viver à altura dos princípios que conhecia. Por vezes sentia como que se dentro dele existissem duas pessoas que lutavam entre si para assumir o controle de sua vida. 

Em repetidas ocasiões ele pensou que talvez não estivesse convertido.

Vem então a pergunta: Por que depois da conversão temos a impressão de que a luta espiritual aumenta? Por que pessoas convertidas, sentem vontade de praticar o mal? É possível harmonizar o que sabemos que devemos fazer com aquilo que realmente desejamos praticar?

Veja o drama de Paulo descrito na carta que escreveu aos Romanos: "Porque o que faço não o aprovo, pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. 

E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum: e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. 

Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. Acho então esta lei em mim: que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. 

Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus. Mas vejo nos meus membros outra lei que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?" (Romanos 7:15-24)

- Pastor, eu acho que não estou convertido. Constantemente sinto vontade de pecar. A minha vida é um permanente conflito. Quero servir a Jesus, mas ao mesmo tempo sinto vontade de fazer coisas erradas. Tem solução para mim?

A pergunta veio de um rapaz simples de 20 anos, lá do sertão de Pernambuco, embora pudesse ter saído dos lábios de um empresário bem-sucedido dirigindo seu carro importado, último modelo, na Avenida Paulista. 

O problema é o mesmo para homens e mulheres, jovens e adultos, ricos e pobres.

Por alguma razão, temos a idéia de que no momento da conversão a nossa luta acaba e que a partir desse momento não pecaremos mais; seremos perfeitos, no sentido de ser exemplo de vida para outros. 

Mas por que é que a partir do momento que nos entregamos a Cristo a nossa luta se torna maior e o conflito aumenta?

Antes de mais nada temos que entender o que acontece no momento da conversão. Muitos têm a idéia de que na hora da conversão Deus tira de nós a natureza pecaminosa e a joga fora para sempre, colocando em substituição a nova natureza que gosta de obedecer e amar. Isto não é completamente verdade. 

Seria maravilhoso se fosse assim, já que nunca mais teríamos vontade de pecar. A fonte da "concupiscência e das paixões deste mundo" não existiria mais. Em conseqüência, nossa vida seria como a de Adão e Eva antes da queda.

Infelizmente não é assim que sucedem as coisas. Ao converter-nos, Deus coloca dentro de nós uma nova natureza, a natureza de Cristo. Mas o que acontece com a velha natureza pecaminosa, a natureza de lobo? Ela não sai, como muitos imaginam. 

Ela fica ali, agonizante. - Aquela parte que existe dentro de nós que gosta de pecar, foi esmagada e mortalmente ferida - afirma o apóstolo.

E agora? Agora, depois da conversão passamos a ser pessoas com duas naturezas: a natureza de Cristo, nova, recém-implantada e a velha natureza pecaminosa, "esmagada e mortalmente ferida" que continua dentro de nós.

O ideal seria que a velha natureza permanecesse sempre "mortalmente ferida". Mas essa situação não é definitiva; é circunstancial. Na primeira oportunidade que receber alimento, ela ressuscitará; e se continuar sendo alimentada, ela recuperará completamente as forças e lutará para expulsar de nossa vida a nova natureza.

É por isso que depois da conversão a luta aumenta. Existe muito mais conflito num homem depois de sua conversão do que antes dela. Você está surpreso? Tente entender o que estou dizendo. 

Depois de aceitar a Jesus você pode esperar maior luta em seu coração, um conflito interno, que muitas vezes o levará ao desespero, se você não parar a fim de entender o problema.

Mas o assunto é simples. O homem sem Cristo tem uma só natureza, a natureza com que nasceu e essa natureza faz as coisas erradas na hora que deseja. Não existe ninguém para se opor. 

Não existe luta, não há conflito. Mas você agora entregou sua vida a Cristo, você experimentou o milagre da conversão, você tem agora uma nova natureza e ela se opõe à velha natureza.

Você entende por que a vida do homem inconverso pode parecer mais leve? Ele só tem uma natureza e ela assume o controle da vida, não tem oposição. 

Mas logo depois da conversão, quando o homem pensa que a velha natureza foi embora, descobre que ela continua dentro e o conflito começa. Ele tem duas naturezas e as duas estão lutando.

O apóstolo Paulo teve um momento em sua vida em que chegou à beira da loucura! Vamos ler novamente o que ele diz na sua carta aos cristãos de Roma: "Porque o que faço não o aprovo, pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço" (Romanos 7:15).

- Isto mostra que de fato já não sou eu quem faz isso, mas o pecado que vive em mim... eu sei que é isto que acontece comigo... dentro de mim - disse Paulo - sei que gosto da Lei de Deus, mas vejo uma lei diferente que age em meu corpo, uma lei que luta contra aquela que minha mente aprova.

Entende, meu amigo? Duas naturezas, duas forças lutando dentro do apóstolo Paulo. Um conflito que o levou ao desespero, porque no verso seguinte ele clama: "Miserável homem que sou! quem me livrará do corpo desta morte?" (Romanos 7:24)

- Que situação terrível esta em que estou! Quem é que me livrará da minha escravidão a esta mortífera natureza interior?

Agora eu pergunto: no momento em que Paulo escreveu a carta aos Romanos ele estava ou não convertido? Claro que estava. 

Ele tinha sido convertido quando se encontrou com Jesus lá na estrada de Damasco. Porém, aqui está a experiência de um homem convertido sentindo dentro de si o conflito que produz a luta das duas naturezas.

Não se preocupe meu amigo por causa da tensão e do conflito que você sente após sua conversão. Duas naturezas, entende? Duas. Você e eu somos homens com duas naturezas e elas não gostam uma da outra.

O apóstolo Paulo um dia conseguiu entender este conflito e aí ele escreveu: "Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o espírito para as coisas do espírito. 

Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. 

Vós, porém, não estais na carne, mas no espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele" (Romanos 8:5-9).

- Pastor - você dirá - quer dizer que toda minha vida vai ser uma vida de conflito?

Não necessariamente, não precisa ser assim; e isso vai depender de sua decisão. As duas naturezas estão em luta mas, finalmente, uma delas vencerá. Uma delas assumirá o controle completo de sua vida. Uma delas sobreviverá e a outra morrerá. 

Qual delas será a vitoriosa? Isso também vai depender de sua decisão.

Vamos ilustrar o assunto desta maneira. Suponhamos que na arena de um circo estão soltas duas feras envolvidas numa luta de morte. 

Os empresários do circo pegam as duas feras e as colocam em jaulas separadas. Uma delas é fartamente alimentada. Recebe comida e água em abundância. A outra é deixada no esquecimento quase total. 

Vez por outra alguém dá para ela apenas um bocado de alimento, o suficiente para não morrer. Quando o momento do confronto chegar, qual delas vencerá? Você tem alguma dúvida? 

Você sabe que vai vencer a que for melhor alimentada, não sabe?

É isso o que acontece na luta das naturezas por obter o controle da nossa vida. Só uma delas assumirá finalmente, por completo, o domínio do território e sem dúvida será a que for melhor alimentada.

Ocorre que os seres humanos, geralmente, alimentam mais a natureza pecaminosa e esta é a causa de nosso fracasso constante, mesmo depois de nossa entrega a Cristo. 

Deus realizou em nós o milagre da conversão, implantou em nosso coração a nova natureza, mas nós não cuidamos dela, não a alimentamos e em conseqüência a velha natureza está sempre tomando o controle de nossa vida.
Como é que se alimentam as naturezas? 

Através dos cinco sentidos. Tudo o que entra em nossa mente através dos sentidos é alimento para uma ou para outra natureza. Especialmente aquilo que vem através da visão e da audição. 

Este é o motivo porque precisamos ser cuidadosos na escolha dos programas que assistimos, dos filmes que vemos, das revistas e livros que lemos, das conversas das quais participamos e das músicas que ouvimos.

É verdade que enquanto estivermos neste mundo, mesmo sem querer, estaremos sempre filtrando comida para a natureza má. 

Não posso evitar ouvir uma música que inspire sentimentos negativos enquanto estou num ônibus ou no local de trabalho, por força das circunstâncias. Não posso também evitar que apareça uma imagem negativa enquanto leio ou assisto ao noticiário. 

É impossível deixar de ouvir conversas pouco edificantes na escola ou na rua. Mas posso evitar colocar voluntariamente esse tipo de "alimento" em minha mente. 

É inevitável que vez por outra passem "migalhas" para a natureza má. Posso evitar que entre para ela "filé mignon". Posso evitar alimentá-la consciente e voluntariamente.

Na realidade a nossa vitória e em conseqüência, a nossa felicidade na vida cristã, dependem de certo modo de aprendermos a conviver com ambas as naturezas. De que maneira? 

Alimentando a natureza de Cristo e matando de fome a outra. É isso que São Paulo diz quando afirma: "E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências" (Gálatas 5:24).

Nos tempos de Cristo, quando um homem era crucificado, era declarado legalmente executado e morto, mas na realidade continuava vivo na cruz, sofrendo e agonizando. 

Às vezes os parentes ou amigos vinham à noite escondidos e resgatavam o corpo do executado, cuidavam dele e o homem tornava a viver e muitas vezes voltava à sua vida de delinqüência e crime.

O que São Paulo está querendo dizer é que temos que manter nossa velha natureza pregada na cruz. Não podemos deixar que ela desça e muito menos devemos cuidar dela ou alimentá-la. - Bem, pastor - você dirá - até quando terei de conviver com essa luta das naturezas?

Enquanto estivermos neste mundo, não há modo de nos livrarmos dela completamente, embora possamos tornar a luta mais leve, deixando de alimentar a natureza má. 

Podemos manter a natureza má "mortalmente ferida e agonizante", mas jogá-la fora de nosso ser, não é possível.

Mas, graças a Deus, existe uma promessa maravilhosa. O apóstolo São Paulo diz: "Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. 

Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória (I Coríntios 15:51-54).

Isto não é maravilhoso? Um novo corpo. Sem natureza pecaminosa. Finalmente Deus arrancará a velha natureza de nós e a jogará fora, para sempre. Aí sim, não haverá mais luta, mais conflito interior, mais vontade de pecar.

Tornaremos a ser homens com uma só natureza, a natureza de Cristo, perfeita e que se deleita em amar, obedecer e andar nos caminhos de Deus. Enquanto esse dia não chegar, vamos aprender a conviver com a velha natureza, matando-a de fome, desnutrindo-a, asfixiando-a e alimentando constantemente a nova natureza.

Esse foi o segredo que o apostólo Paulo descobriu um dia, alguns anos depois, quando escreveu aos Filipenses dizendo: "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai" (Filipenses 4:8).

Ele está falando do alimento da nova natureza, você percebe? Ele tinha descoberto finalmente o segredo da vida vitoriosa. Ele não alimentava mais a velha natureza. A natureza de Cristo tinha assumido agora o controle de sua vida: "Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim" (Gálatas 2:20).

A medida que os anos passaram, a natureza velha de São Paulo ficou cada vez mais fraca, de tal modo que quando chegou o momento de sua morte ele exclamou: "Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda" (II Timóteo 4:7 e 8).

Ah! meu querido amigo como é bom ver o final da vida de São Paulo!

- Venci - diz ele - consegui, alcancei.

Emociono-me ao pensar em tais palavras. Sabe por quê? Porque isso quer dizer que eu também posso vencer. Também posso ser um vitorioso. É isso mesmo meu amigo. Você e eu também podemos ser vencedores.

Cristo garantiu a nossa vitória na cruz. Ele está bem pertinho de você nas horas de luta. Nos momentos em que você acha que todo mundo o abandonou, que você nunca conseguirá, que você é um fracasso completo. Lembre-se de que Ele está aí, amando-o, perdoando-o, sustentando-o.

Conheci José Luís em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Tinha sido engenheiro de vôo, falava quatro línguas e possuía uma cultura extraordinária. Pertencia a uma notável família da sociedade daquele lugar, mas acabou se envolvendo com drogas. 

Abandonou o emprego, a família, virou um trapo humano, dormindo nos sepulcros do cemitério.

Foi ali que o Evangelho o alcançou. De repente ele viu um raio de esperança.

Talvez Jesus pudesse fazer algo para tirá-lo daquela desesperadora situação. 

Ele ergueu os olhos em direção à cruz e clamou por socorro e o Senhor Jesus correu ao seu encontro.

Quando o conheci, estava numa escola de recuperação para drogados.

- Pastor - ele me disse - preciso agarrar-me cada dia a Jesus. Eu o busco cada manhã em oração. Coloco em minha mente o alimento necessário para minha nova natureza e tenho certeza que Jesus finalmente me dará a vitória completa.

Hoje, José Luís está completamente reintegrado à sua família e à vida profissional e continua colocando, cada dia em sua vida, o alimento necessário para manter viva e robusta a natureza de Cristo.

Essa pode ser sua experiência. Deus o ajudará a manter cada dia viva a natureza de Jesus.

ORAÇÃO

Pai querido, estou cansado de lutar e venho a Ti em busca de ajuda. Ajuda-me a alimentar a natureza de Cristo através das coisas que ouço e vejo. Ajuda-me a matar de fome a velha e pecaminosa natureza. Finalmente, dá-me a vitória em Cristo. Em Teu nome. Amém.

Gostaram meus amados? O segredo é este, nutrir nossa natureza divina e matar de fome a nossa natureza pecaminosa! 

Assim estaremos sempre fortes, quando elas entrarem em conflito!

Que Deus abençoe a todos vocês que estão lendo  este blog, agora !!!


Plástica Capilar em casa !

Hoje vou ensinar a vocês a plástica capilar caseira, para vocês deixarem seus cabelos mais saudáveis, hidratados e nutridos, com uma única receita !

A plástica capilar caseira age nos fios como uma hidratação, só que com efeito mais imediato, e também proporciona aos fios uma super nutrição e reconstrução, devido ao colágeno e a queratina, que vai na fórmula!



cabelos pretos bem cuidados


Esse tratamento (plástica capilar caseira) é bem simples de fazer, vou ensinar o passo a passo para vocês!

Materiais:



  • Queratina liquida (de preferência de embalagem com borrifador)

  • Máscara de tratamento capilar que contenha colágeno na fórmula 

  • papel alumínio



Modo de fazer:

1- Lave seus cabelos com o xampu anti-resíduos ou com o anti-resíduos caseiro.

2- Seque bem os fios com uma toalha e aplique a queratina liquida por todo o cabelo , mecha a mecha.

3-Cubra os cabelos com papel alumínio e deixe por 30 minutos.

4- Retire o papel laminado e não enxague os cabelos. Aplique por cima da queratina a máscara de colágeno , mecha a a mecha, enluvando bastante os fios.

5- Cubra com uma touca ou sacola plástica e deixe por mais 15 minutos.

6-Lave os cabelos somente com água para retirar os produtos, e finalize com um secador e chapinha, para fixar a queratina.

Veja este Artigo na Versão Vídeo :



Prontinho, cabelos nutridos, saudáveis e hidratados e claro sem gastar uma fortuna no salão de cabeleireira, utilizando uma receita de plástica capilar feita em casa !

E para quem quer  ter um cabelão de dar inveja eu  criei um ebook para você aprender todos os meus segredos, e acelerar o crescimento dos fios, clique aqui e confira !  


Veja também : 

Como Fazer para Acelerar o Crescimento dos Cabelos 

Descubra como fazer o tratamento de Acetinagem em casa

Faça você mesma seu Shampoo Orgânico

Cabelos lindos e hidratados com glicerina 




Óleo de Coco Caseiro Mais Fácil do Mundo

Hoje você irá aprender a fazer óleo de coco em casa de uma forma rápida e fácil! 


O óleo de coco caseiro , é maravilhoso, tanto para quem faz o alisamento natural com óleos como para quem faz uso dele como aliado no emagrecimento!


óleo de coco caseiro
O óleo de coco que eu vou ensinar a você, fica transparente, pois é extraído de uma forma pura, não é aquele que fica com cor amarelada, resultado da fritura extrema não ! 

Quando o óleo de coco caseiro, fica amarelo ele só pode ser usado no alisamento com óleos , já o transparente pode ser usado tanto para o alisamento como para o emagrecimento!


A receita é super simples , vamos lá!

Libertos da Gaiola : Tente ler sem se emocionar !

A mensagem da nossa reflexão de hoje, é muito linda, a primeira vez que eu a ouvi me emocionei muito com ela!

Não vou falar muito pois acho que a mensagem fala por si mesma! Convido você a ler e refletir sobre ela agora!





liberdade

Libertos da Gaiola!!!

George Tomas, um pregador Inglês, apareceu um dia em sua pregação carregando uma gaiola e a colocou no balcão, e começou a falar:

Estava andando pela rua ontem, e vi um menino levando essa gaiola com Três pequenos passarinhos dentro com frio e com medo.

Eu perguntei: Menino o que você vai fazer com esses passarinhos ?

Ele respondeu:

Vou levá-los para casa tirar as penas e queimá-los, vou me divertir com eles.

Quanto você quer por esses passarinhos menino ?

O Menino Respondeu :

O senhor não vai querê-los, eles não servem para nada, são feios !

O pregador os comprou por 10 dólares! E os soltou em uma árvore!

Um dia Jesus e Satanás estavam conversando e Jesus perguntou a Satanás o que ele estava fazendo para as pessoas aqui na terra.




Ele respondeu:

Estou me divertindo com elas, ensino a fazer bombas e a matar, a usar revolver, a odiar umas a outras, a casar e a divorciar, ensino a abusar de criancinhas, ensino a jovens usar drogas , a beber e fazer tudo o que não se deve!

Estou me divertindo muito com eles!

Jesus perguntou: - E depois o que você vai fazer com eles?

Vou matá-los e acabar com eles!

Jesus perguntou: - Quanto você quer por eles?

Satanás respondeu: - Você não vai querer essas pessoas, elas são traiçoeiras, mentirosas, falsas, egoístas e avarentas!

Elas não vão te amar de verdade, vão bater e cuspir no Teu rosto, vão te desprezar e nem vão levar em consideração o que você fizer!

- Quanto você quer por elas Satanás!?

- Quero toda a tua lágrima e todo o teu sangue !

- Trato feito !

E... Jesus pagou o preço da nossa liberdade!

(Autor Desconhecido)


Então o que achou da mensagem? Se emocioum assim como eu? Comente e me fale se gostou !

Eu achei ela incrível, e  quero sempre guardá-la comigo! Desejo que Deus derrame suas bençãos em sua vida neste momento, pois ele nos ama infinitamente!

Veja  também: 








Receita Caseira para Nutrir o Cabelo Profundamente

cabelos nutridos

Hoje você vai aprender uma receita caseira para nutrir os fios! Muitas vezes sentimos nossos cabelos fracos, sem vida e destruídos mesmo! 



Nessa hora é muito bom aplicarmos cremes que contém nutrientes nos fios, mas se você não pode ou não quer gastar fortunas em cremes e tratamentos caros, eu tenho a solução!


Dieta da Usp para Perder 15 kg em 15 dias

Dieta da Usp

Dieta da USP , é ideal para quem está de mal com a balança, e querendo perder aqueles quilinhos indesejados! A dieta da USP promete fazer você perder 15 quilos em 15 dias !

Mas lembrem-se estas dietas restritivas como a Dieta da USP, não podem ser seguidas por seguidas por muito tempo, pois podem causar danos a saúde, e só podem serem seguidas por que não tem nenhum problema de saúde!

Mas se você esta querendo perder uns quilinhos para uma festa especial, ou algo que exija urgência, e está com a saúde 100% a dieta da USP , pode ser uma dica legal !

Veja como é a dieta da usp:

Dieta da Usp  Cardápio


Primeiro Dia

Manhã: Café preto sem açúcar, com adoçante

Almoço: 2 ovos cozidos e ervas a desejar
Jantar: salada de alface com pepino e salsão à vontade


Segundo Dia


Manhã: Café com bolacha cream-crakers

Almoço: 1 bife grande com salada de frutas à gosto
Jantar: Presunto à vontade


Terceiro Dia


Manhã: Café com biscoito cream-crakers

Almoço: 2 ovos cozidos, salada de vagem e 2 torradas
Jantar: presunto e salada

Quarto Dia


Manhã: Café com biscoito

Almoço: 1 ovo cozido, 1 cenoura e queijo minas à vontade
Jantar: Salada de frutas e iogurte natural

Quinto Dia


Manhã: Cenoura crua espremida com limão e café preto

Almoço: Frango grelhado à vontade
Jantar: 2 ovos cozidos com cenoura

Sexto Dia


Manhã: Café com biscoito

Almoço: Filé de peixe com tomate à vontade
Jantar: 2 ovos cozidos com cenoura

Sétimo Dia


Manhã: Café com limão.

Almoço: Bife grelhado e frutas à vontade.
Jantar: Comer o que quiser, menos doce e bebidas alcoólicas


Observação sobre a dieta da usp :



1 - Depois de completa esta série, comece novamente desde o primeiro dia ao sétimo dia. Depois de 14 dias você terá perdido 14 Kg. No 15º dia você poderá retornar a seus hábitos alimentares.

2 - Ervas permitidas: agrião, chicória, alface. Pode beber água, café e chá o dia inteiro.
3 - Não deve trocar os alimentos da dieta e nem substituí-los de horário.




Veja também mais dietas para emagrecer rápido como a dieta da usp: 





Bem, esta foi a dica de hoje para vocês, espero que tenham gostado e caso decidam pela Dieta da USP, lembre-se de nunca fazer por mais de 15 dias, e de certificarem que a saúde esta ok, certo pessoal? Beijos ...


Tags > dieta da usp, dieta da usp original, dieta da usp cardápio.

A cura para solidão!

Nos dias de hoje, as vezes nos sentimos tão sozinhos e queremos saber como acabar com esta solidão

Mesmo estando no meio de várias pessoas no trabalho, na família, ou até mesmo em festas, costuma bater uma solidão interior, como se ninguém realmente estivesse presente ou fosse capaz de nos compreender!

Essa solidão as vezes é sentida como um vazio interior, ou também como se estivéssemos sempre no lugar errado e na hora errado!



mãos dadas
imagem encontrada no Google imagens

Quer saber a cura para a solidão ? Veja as palavras de Jesus :


"Eis q eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos " (Mt 28:20)


Preciso falar mais alguma coisa? Acho que não ! Tem alguma companhia melhor que esta ? 

Jesus é nosso amigo, cuida de nós o tempo todo, temos apenas que buscar a sua presença e fazer a sua vontade que é sempre a melhor para nós!


Pronto agora você já sabe como acabar com a solidão!

Tendo Ele do nosso lado, a solidão passa a não existir mais, e nos sentirmos plenos e realizados, não precisando de mais nada para sermos felizes!

Veja também:

Eu testei : Lenços removedores de maquiagens da Oceane!

Olá meninas, a um tempinho atrás recebi mais produtinhos da Océane para fazer resenha para vocês!

Vejam o produtos que recebi :




Alguns que vieram eu já tinha feito a resenha antes então vou deixar os links das resenhas anteriores aqui para vocês:




O único que ainda não tinha feito resenha, foi dos Lenços Removedores de Maquiagem e dele que vou falar hoje para vocês, vejam :



Lenços Removedores de Maquiagem



Minha opinião : "O produto, é bem legal para carregar na bolsa, deixa a pele com sensação de limpeza e frescor.Possue uma fragrância bem leve,  e deixa a pele hidratada!"

Para quem gosta de removedores de maquiagem , essa dica é muito boa, espero que tenham gosta da resenha de hoje!


COMO FAZER REPARADOR DE PONTAS CASEIRO ! ESTE FUNCIONA E É LIVRE DE SILICONE

Reparador de Pontas Caseiro - Receita

A dica de hoje é um reparador de pontas caseiro,  bem natural livre de silicones e óleo mineral, que tanto mal fazem para os cabelos, pois causam um efeito cumulativo nos fios!

Esta receita do reparador de pontas feito em casa,  vai deixar seus cabelos brilhante , e eliminar o frizz e disfarçar as pontas duplas, mas ele tem que ser usado em pequenas quantidades, para não deixar o cabelo com aspecto oleoso!

Agora vamos a receita do reparador de pontas ...

Aprenda a esfoliar e hidratar as mãos, com uma única receita caseira!

Vou ensinar uma receita caseira para hidratar as mãos, pois devemos cuidar bem de nossas mãos, pois elas dizem muito a nosso respeito!

Uma mão macia e bem cuidada, demonstra uma mulher que se cuida , até mesmo nos detalhes!

A receita para hidratar e esfoliar as mãos em casa, vai ajudar a combater o ressecamento e eliminar células mortas!, é fácil, barata e eficiente, vamos a ela?



imagem encontrada no Google imagens



Ingredientes: 


  • 2 colheres de sopa de gérmen de trigo 
  • 2 colheres de sopa de óleo de soja
  • 2 colheres de sopa de açúcar refinado


Modo de preparo:

Misture os ingredientes e aplique nas mãos, deixando descansar por 20 minutos!Depois  friccione uma na outra, para fazer a esfoliação. 

Agora é só enxaguar com água fria . Suas mãos ficaram lindas, macias e hidratadas !


Bom essa receita caseira para as mãos, ajuda muito para quem esta querendo deixar as mãos bonitas e realizar uma esfoliação e hidratação ao mesmo tempo.

Ela é prática e rápida pois você irá fazer dois tratamentos ao mesmo tempo!

E para quem quer  ter um cabelão de dar inveja eu  criei um ebook para você aprender todos os meus segredos, e acelerar o crescimento dos fios, clique aqui e confira !  

Veja também :

Tratamento caseiro para deixar as mãos macias! 

Faça você mesma seu fortalecedor de unhas!




Liberte-se da culpa !

Hoje venho com uma linda reflexão do pastor Alejandro Bullon, sobre a culpa. 


Muitas vezes não aceitamos o perdão de Deus porque não somos capazes de perdoar a nós mesmos!




Vejam o  texto : 






COMO LIBERTAR-ME DA CULPA?
PR. ALEJANDRO BULLÓN
"Pr. Williams Costa Jr.: - É incrível o número de cartas, telefonemas, e-mails e faxes, que recebemos aqui no Está Escrito de pessoas com sentimento de culpa. Pessoas que não comem direito; pessoas que sofrem; que dormem mal. Vivem atormentadas. O passado é como um fantasma. Pr. Bullón, há esperança para aqueles que fizeram coisas que não deviam? Há esperança para pessoas que já erraram muito na vida?

Pr. Bullón: - Eu vou responder a sua pergunta lendo um texto bíblico. O texto encontra-se no livro de Isaías 1:18 e é um convite ao ser humano: "Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã." (Isaías 1:18) Esta é uma promessa de perdão. Não importa o que você tenha feito no passado, no momento em que você vai a Deus tudo é perdoado, completamente perdoado! Para confirmar isto, temos uma declaração do próprio Jesus Cristo. Mateus 12:31: "Por isso, vos declaro: todo o pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens..." (Mateus 12:31) Todo é todo! Não há outra palavra para explicar mais do que todo. Eu não preciso dizer que dentro do todo está incluído adultério, fornicação, assassinato, assalto a mão armada, tráfeco de drogas, prostituição, homossexualismo, feitiçarias, todos os tipos de pecado podem ser perdoados. Então você não precisa viver atormentado pelo sentimento de culpa, basta apenas ir a Jesus e aceitar a oferta de Seu perdão.

Pr. Costa Jr.: - Parece incrível que somente ir a Jesus e aceitar a oferta maravilhosa do perdão seja o que Deus requer. É só isso mesmo? Ou tem mais alguma coisa que nós como seres humanos precisamos fazer?

Pr. Bullón: - Na realidade o problema é que tivemos uma educação em que se aprendeu a pagar por tudo. Se alguma coisa custa barato a gente se pergunta muitas vezes: Por que está barato? Qual é o problema?

Vamos dizer que você vai numa loja e encontra um sapato, vamos dizer, da marca "Carmelo", por 3 reais. Você fica olhando o sapato; olha de um lado, olha do outro. Alguma coisa tem que estar errada. Um sapato dessa marca não pode custar 3 reais, impossível! O que esse sapato tem de errado? E você tenta descobrir o problema. Vivemos numa cultura na qual nós pagamos pelas coisas que valem, e, se algo é de graça não vale muito. Portanto, podemos concluir que o ser humano é acostumado a pagar por tudo.

Quando se trata do perdão, ele também quer pagar. Só que a Bíblia é categórica ao dizer que somos salvos unicamente pela graça de Cristo. Temos mais um verso que confirma isso. Vejamos o que diz no evangelho de I S João 1:9: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça." (I S João 1:9) Confessar, na realidade, é tudo o que o ser humano precisa fazer.

Pr Costa Jr.: - Mas pastor, por que a gente tem que confessar? Você pode dizer: - "Eu tenho minha culpa, eu cometi coisas que não deveria cometer, eu fiz coisas erradas no passado. Mas por que eu tenho que confessar? Não dá para eu apenas fazer uma oração, pedir perdão a Deus e o assunto ficar liquidado? Por que tenho que confessar?"
Pr. Bullón: - Bom, quando digo confessar, quero dizer confessar a Deus, não a um ser humano. Veja só, vou entrar num assunto muito delicado. Na Bíblia, a Palavra de Deus, não existe um verso dizendo que você precisa confessar seus pecados a um ser humano, a um pastor, a um lider espiritual, para que ele confesse por você seus pecados a Deus, e interceda por você. Não, não, não! A Bíblia é clara ao dizer que os pecados precisam ser confessados unicamente a Deus. Mas por que temos que confessar? Porque quando você confessa, você está, em outras palavras, reconhecendo que precisa de perdão.

Vou dar um exemplo: Digamos que você esteja com um câncer terrível e que pela maravilha de Deus, a ciência acaba de descobrir o remédio para qualquer tipo de câncer. Só que você está com câncer, mas não aceita que está. Os médicos lhe dizem que você está com câncer, mas você não aceita. Os exames médicos afirmam que você está com câncer, mas você não aceita. Todo mundo em sua volta sabe, mas você não aceita. Surge um remédio que a ciência descobriu para o câncer, mas, de que serve este remédio pra você, se você não aceita que está com câncer? O remédio tem algum valor pra você? Você tem que reconhecer, e, para que o perdão divino tenha valor, você precisa reconhecer que é um pecador, que precisa ser perdoado. A confissão é o meio através do qual você reconhece que está enfermo com o pior câncer desse mundo: o pecado. Você precisa confessar que precisa do remédio. Então, vai a Jesus, confessa o seu pecado e aceita o remédio maravilhoso que Ele tem para você.

Pr. Costa Jr.: - Nesse processo de restauração previsto na Palavra de Deus, há uma parte sobre arrependimento. Mas arrependimento, às vezes, é uma coisa dolorosa. A pessoa que passa pelo arrependimento, às vezes, passa por humilhação; a pessoa não tem prazer em passar por isso. Arrependimento é necessário para restauração, ou é simplesmente um adendo, se a pessoa quiser? Como é isto?

Pr. Bullón: - Vou explicar um pouco a diferença que existe entre arrependimento e remorso, pois são duas coisas diferentes. Por exemplo: Você está com uma mulher que não é sua esposa, sentado num restaurante, namorando. Você está tranqüilo e de repente passa por sua frente, a irmã de sua esposa e vê você com a mulher traindo a irmã dela. Você vê sua cunhada e fica apavorado. Imediatamente se esconde, abaixa a cabeça, desaparece. Então você começa a torcer: tomara que ela não tenha me visto. Você começa a sofrer em seu coração, porque se a sua cunhada abrir a boca, sua esposa vai lhe pedir o divórcio e você não quer isso. Então você se ajoelha diante de Deus e diz: "Senhor, estou arrependido, por favor me perdoe, eu nunca mais vou trair minha esposa; mas por favor, faça um milagre, pois acredito que minha cunhada me viu, mas por favor cale a sua boca; produza nela uma amnésia para que ela esqueça o que viu, ou então, deixe ela muda, faça qualquer coisa, mas que ela não fale!" Então você faz mil promessas a Deus. Você pensa que está arrependido, mas isso não é arrependimento, é remorso. Sabe qual é o engano deste sentimento? É que você pensa que está arrependido, porque alguém lhe viu. Remorso, na realidade, é medo de ser exposto porque alguém lhe viu, medo de ser descoberto. Então, a maior evidência do remorso é que, quando passa o perigo, você esquece. Como em nossa história, vamos dizer que a cunhada dele não falou. Então, passando o perigo, ele esquece. Esquece as promessas e volta a ser o que era antes.

Agora, arrependimento não, arrependimento é sentir dor pelo que você fez, confessar o pecado e afastar-se da situação errada. Arrependimento, na realidade, não nasce no coração. Ele é um fruto do Espírito Santo. Você vai a Deus levando sua vida como está e Ele inspira em você o arrependimento, o nojo pelo pecado. Você percebe a coisa errada que está fazendo e pede a Deus que te de forças para mudar o rumo de sua vida.

Pr. Costa Jr.: - Vamos supor: no caso do rapaz que estava traindo sua esposa, ele, em um momento, descobre na Palavra de Deus que tem que confessar o pecado. Ele se ajoelha e sinceramente confessa o pecado, mas será que isso é suficiente? Ou essa confissão também envolve pessoas? Se envolve pessoas, quando isso deve acontecer?

Pr. Bullón: - Eu vou contar uma experiência para esclarecer melhor isso: Um dia eu estava fazendo um trabalho numa igreja, pregando todas as noites e, de repente, no final de semana, fui convidado para almoçar com uma linda família. Eles tinham um único filho que era maravilhoso. A esperança dos pais estava depositada nesse filho. O filho devia ter dezoito anos, estava na faculdade. O pai fazendo planos para o filho quando ele se formasse. Fazendo isso e aquilo... Todo amor era concentrado para esse filho. Quando terminou a semana, a esposa me chamou à parte e disse: "Pastor, eu não posso mais, não agüento mais, tenho um peso em meu coração que carrego a dezoito anos, não sei mais o que fazer, por favor me ajude. Esta semana eu vi o senhor pregando e acho que devo confessar ao meu esposo o erro que cometi. Aquele garoto que o senhor viu, não é filho do meu esposo, é filho de outro homem. Foi um erro em minha vida. Nunca mais vi o pai dele, não sei onde está, nem quero saber. Me arrependi, deixei aquela vida. Só que meu marido não sabe, ele ama esse filho e acredita que esse filho é dele. Pastor o que devo fazer? Devo confessar agora o meu pecado? Já confessei a Deus, mas preciso confessar ao meu marido?" Então, você vê, essa é uma situação difícil.

Acredito que há circunstâncias que além de confessar a Deus, precisamos confessar aos homens. Vamos dizer que eu lhe roubei mil dólares sem você saber. E ninguém vai descobrir, ninguém vai saber nada. Eu lhe enganei em algum documento, peguei mil dólares e você não percebeu. Ninguém percebeu. Não existe possibilidade de alguém descobrir. Só que eu vou a Jesus e o Espírito de Deus toca meu coração e eu sinto arrependimento, sinto dor pelo que fiz. Eu confesso meu pecado a Deus e agora vou a você e digo: "Williams, você tem confiança em mim, eu sei, mas sabe, há dois anos atrás, eu fui desonesto com você. Você nunca percebeu, mas eu lhe roubei mil dólares e já confessei a Deus meu pecado, estou arrependido e quero lhe devolver, pois não posso continuar com essa culpa.

Pr. Costa Jr.: - Então confissão é sinônimo de restauração?

Pr. Bullón: - Lógico! Veja que nesse caso cabe a restauração, mas no caso anterior, o caso do filho daquela mulher, de que vai ajudar ela avisar ao marido, avisar ao filho? Você já imaginou a tragédia!? Então, há circunstâncias que o próprio sentido comum, ou melhor, o próprio Espírito de Deus nos dá o sentido comum para saber quando a confissão em lugar de consertar alguma coisa, somente traria dor, desespero e prejudicaria todo mundo. O Espírito de Deus vai dizer na hora. Agora, todo o pecado que nós podemos confessar, acertar, restaurar e corrigir, temos que fazer.

Pr. Costa Jr.: - Eu perdôo mas não esqueço. Você já ouviu isso? Talvez você mesmo tenha falado isso. Por incrível que pareça, isso é uma norma pra muita gente, é um padrão, é um estilo de vida. Será que quando Deus perdoa Ele esquece mesmo? Ou sempre fica aquela imagem meio cinza, meio turva da pessoa que errou? Será que Deus pensa: "olha, você está em período de regeneração, mas cuidado comigo"?! Como funciona com Deus?

Pr. Bullón: - Isaías 1:18, como já foi mencionado antes, e eu repito, diz o seguinte: "...ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve..." (Isaías 1:18). Isso é uma promessa de perdão completo. Na realidade, eu não diria que Ele risca, diria que Ele apaga completamente. O Velho Testamento está cheio de lindas promessas: "... lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar" (Miquéias 7:19); "Quanto dista o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões" (Salmos 103:12). Esses versos falam de perdão, de uma restauração completa. Perceba que o problema não está com Deus, o problema do pecado está com o ser humano. Sabe por quê? Porque Deus pode perdoar tudo, tudo mesmo!

Um dia uma senhora me procurou e disse: "Pastor, eu provoquei um aborto quando era garota de dezoito anos, solteira. Depois tive a alegria de conhecer meu marido. Casei. Ele não sabe que eu provoquei aquele aborto. Agora tenho três filhos, sou feliz com meu marido, já se passaram trinta anos daquilo, mas não consigo dormir em paz porque a consciência me atormenta; eu não somente cometi o pecado de fornicação mas também matei, eu cometi um assassinato, tirei a vida de uma criança. Há perdão para mim?" Eu quero dizer em nome de Deus: há perdão. Não há pecado que Deus não possa perdoar. O problema não é com Deus. O problema é conosco. Às vezes nós, seres humanos, chegamos a um ponto em que não queremos mais ser perdoados. Chegamos a um ponto em que não aceitamos mais o perdão. A Bíblia chama isso de pecado contra o Espírito Santo. Inclusive Mateus 12:31 diz: "...todo o pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada." (Mateus 12:31) Mas qual é o pecado contra o Espírito Santo? É aquele que você brinca, brinca, brinca com o pecado; e chega um ponto em que o coração se endurece, você já não sente mais dor, e você não sente mais dor pelo que faz, muito menos irá sentir necessidade de perdão. E ai do seres humanos! Eu não gostaria nem de pensar no caso de um ser humano que por brincar, por tratar com leviandade as coisas divinas, chega ao ponto de se endurecer com as coisas de Deus, porque para eles não há perdão!

Pr. Costa Jr.: - Pecadinho, pecadão. Isso é outra coisa que a sociedade acredita. Por exemplo: você contou uma mentira leve, era fruto da situação, e não tinha jeito de falar a verdade mesmo, você iria correr um risco muito grande, foi um pecadinho. Agora, se você vem com uma faca e mata uma pessoa, é crime de primeiro grau, aí é um pecadão, aí você realmente está mal. Para Deus existe pecado maior ou pecado menor? Como é que funciona isso? Dependendo do tamanho do pecado, pode também mudar o tamanho da culpa?

Pr. Bullón: - Não existe diferença de pecado, existe diferença de culpa. Para Deus, pecado é pecado. Eu explico: se alguém assaltar um banco a mão armada e matar o caixa, isso para Deus é pecado. Eu sentar-me de gravata e colarinho branco e manejar as contas, engordando o bolso, isso também é pecado. Pecado por pecado, para Deus, ambos são pecados. Para Deus não existe graduação de pecados, mas existe graduação de culpa. Um jovem que nasceu pobre, sem instrução, que não conhece a Palavra de Deus e estupra uma menina, ou usa drogas, ou ainda trafega drogas, ele pode ter, de certa maneira, menos culpa do que eu, que tive toda a luz, toda a instrução necessária, fiz escola primária e secundária, fui à faculdade, fiz mestrado, conheço a Palavra de Deus e engano uma menina menor de idade, oferecendo algum dinheiro, e levando-a para a cama. Qual é o pecado maior? Pecado por pecado, os pecados são iguais, mas minha culpa é maior porque eu tenho mais luz; o outro tem menos luz. Existe graduação de culpa, mas não existe graduação de pecado.

Pr. Costa Jr.: - Então, o que o senhor disse, pela Palavra de Deus, é que se a pessoa confessa, se a pessoa se arrepende; existe esperança e ela pode ser liberta da culpa. Eu volto a perguntar mais ou menos aquilo que o senhor já respondeu: O perdão é para todo mundo mesmo?

Pr. Bullón: - Para todo mundo mesmo! Não há um ser humano que possa dizer que para ele não há perdão, desde que ele sinta que precisa de perdão. Somente não sente que precisa de perdão, quem cometeu o pecado contra o Espírito Santo, pois se endureceu. Para esse não há perdão, não porque Deus se cansou de perdoar, mas porque ele não quer ser perdoado.

O problema com o pecado, volto a enfatizar isso, está às vezes com as conseqüências do pecado. Deus pode nos livrar da culpa e do tormento da consciência, entretanto, às vezes, as conseqüências de nosso pecado podem levar-nos até a destruição final, até a morte para sempre.

Um homem que brincou de liberalismo, promiscuidade sexual, drogas, adquire AIDS, um dia se arrepende e pede perdão a Deus. Há perdão? Claro! Deus perdoa! "Mas fui homossexual?", não importa! "Mas eu fiz aquilo", Deus perdoa.

Agora e a AIDS? Deus não vai necessariamente tirar do corpo dele a AIDS. Então esse é o assunto, as conseqüências do pecado são terríveis. Eu sempre digo: Deus lhe perdoa, mas a vida pode não lhe perdoar!

Pensemos novamente no texto bíblico de I João 1:9: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça." (I S João 1:9) Deus não apenas promete nos perdoar mas, também nos purificar, nos transformar. Portanto, quando o Espírito de Deus lhe der certeza do perdão e convidar para uma nova vida, o melhor é abandonar imediatamente todo o pecado, e correr para os braços de Jesus.

ORAÇÃO
Pai querido, existem pessoas que vivem anos e anos atormentadas pelo complexo de culpa. A culpa é como um martelo que bate de dia e de noite e não nos deixa em paz. Mas Te agradecemos pela Tua Palavra neste momento; e Te agradecemos pelo perdão. Como é bom sentir-se aliviado, sabermos que não importa o que tenhamos feito no passado, se nos arrependermos e confessarmos, Tu estás pronto a nos perdoar. Por favor, coloque paz em nosso coração. Em nome e pelos méritos de Jesus. Amém.



Viram só? Nosso Deus é infinitamente bom e misericordioso! Basta apenas você se arrepender,  pedir perdão  e estar disposto a não cometer o mesmo erro que Ele perdoa e dos seus pecados nem se lembra mais!


Entregue sua vida a Ele, e saiba perdoar-se também, esqueça o passado e construa uma nova história! Que Deus te abençoe grandemente!